16 de Setembro de 2010 – Quando acabam os «enrudilhamentos» de Madaíl?

A «novela Queiroz» já cheirava a esturro. As críticas sobre a podridão a que o futebol português chegou, graças à acção do actual presidente da Federação Portuguesa de Futebol, foram ganhando eco. A Federação, de resto, está numa situação absolutamente pantanosa, em que não se sabe se tem direcção ou se não tem, de tão mal que ficou na fotografia, depois de ter «enrudilhado» Queiroz, a ADOP, e um pouco de tudo o que é mau, num verdadeiro «caldo explosivo». Aliás, o presidente Gilberto Madaíl parece ter desenvolvido, especialmente nos últimos tempos (talvez após a «era Scolari»), um especial talento para «enrudilhamentos». Foi a contratação do seleccionador Scolari pelo Chelsea quando ainda decorria uma fase final de um Europeu. Foi a «escolha pessoal» de Carlos Queiroz. Foi a imagem triste e apagada que Portugal deu de si no último Mundial. Foi esta «novela», verdadeiramente «desenterrada» para atingir um objectivo claro. E é agora este «coelho tirado da cartola» de anunciar Mourinho, juntamente com Jorge Mendes, o mesmo empresário que representa, para além de Mourinho, Paulo Bento, Cristiano Ronaldo, Pepe, Ricardo Carvalho, Fábio Coentrão, Ricardo Quaresma, entre outros. Pode não passar de coincidência, mas, como diria Octávio «Malvado», «vocês sabem do que eu estou a falar».

1 thought on “16 de Setembro de 2010 – Quando acabam os «enrudilhamentos» de Madaíl?

  1. E Se um certo arouquense…
    Creio, de nome Óscar Silva..,
    Que detestava esse malabarista e já denunciava a lata da graixa
    e a escova ( pf ver imprensa de há crca de 20 A)
    no bolso do dito cujo…adail,
    Voltasse aqui… ajudava a que
    Esse Trapalhão e pouco verdadeiro Liadam
    fosse corrido pra fora da muralha…

Responder a joaquimtoscano Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *