22 de Julho de 2010 – Um homem (Lula) também chora

Parece que não é caso inédito (Lula aparece em pranto em várias situações, basta procurar na Internet), mas talvez pelo facto de estar de saída, de poder olhar para um Brasil diferente e de poder ter contribuído para isso, Lula chorou durante uma entrevista à «TV Record». Lula não necessita de marketing político para nada, neste momento. Portanto, podemos acreditar na genuinidade das suas lágrimas. Não será apenas por «estar velho». Será, de facto, por haver, hoje, um Brasil melhor que em 2007. Apesar de tudo, Lula parece ser como o vimos. Espontâneo, emotivo, verdadeiro. O homem que deixa a marca num rumo que (esperamos) o Brasil prossiga.

«Tenho a consciência de que vou entregar um outro país. Um país com gente menos pobre, um país com trabalhadores a ganhar mais. Um país com a democracia mais consolidada, com a infraestruturas mais fortes do que já tivemos. Já fizemos tudo? Não, falta ainda muita coisa para fazer»

(Lula da Silva, Presidente do Brasil, em entrevista à «TV Record»)

1 thought on “22 de Julho de 2010 – Um homem (Lula) também chora

  1. Essa é a imagem que o próprio Lula criou de si mesmo e passou adiante através da media, uma imagem que não corresponde com a realidade. Aliás, uma imagem que está desmoronando nestas últimas semanas com o facto da denúncia de sua relação com os terroristas das FARC, fatos mais que conhecidos há anos, mas que só agora estão causando algum efeito devido à campanha política.

    Minidocumentário sobre a ligação do PT com as Farc:
    http://www.youtube.com/watch?v=O__DVSDoHOo

    Nesse vídeo acima poderá ver provas irrefutáveis da ligação do PT (fundadores do Foro de São Paulo, do qual o Lula foi presidente) e as FARC, organização terrorista que distribui e comanda o tráfico no Brasil em em outros países. Lula recebeu dinheiro das FARC para sua campanha. O vídeo faz um resumo da história e mostra as provas.

Responder a José Roldão Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *