18 de Junho de 2010 – Afinal o seleccionador da Coreia do Norte é o Imperador

A Coreia do Norte não pára de nos surpreender. Primeiro, foi a história dos adeptos, que afinal tinham sido contratados à China. Agora, a notícia é ainda mais curiosa. Afinal, o seleccionador norte-coreano não é Kim Jong-Hu (estes nomes são sempre interessantes, mas é, de facto, o nome do senhor), mas sim Kim Jong-Il (reparem que faz toda a diferença, de Hu para Il). Ele mesmo, o Imperador da Coreia do Norte. Kim Jong-Hu, em declarações à cadeia de notícias americana «ABC», afirma que recebe, frequentemente, aconselhamento técnico, por via de um telemóvel imperceptível a olho nu, do Imperador em pessoa. Portuguesas e portugueses: ou bem que Sócrates «entra ao barulho» (já que está em todo o lado, bem podia também «dar uma perninha» no Mundial), ou então estamos tramados.

4 thoughts on “18 de Junho de 2010 – Afinal o seleccionador da Coreia do Norte é o Imperador

  1. Pingback: Tweets that mention 18 de Junho de 2010 – Afinal o seleccionador da Coreia do Norte é o Imperador -- Topsy.com

  2. “Quem poderá pegar no leme e dar ordens a que se levante a âncora, icem as velas e se comece a navegar como deve ser?” Nós não temos o telemóvel invisível a olho nú para o Carlos Queirós receber “dicas”… pronto… 🙂

  3. Se bem que adepto das novas tecnologias…
    e do Magalhães que também deu a volta ao mundo…
    o gajo não pesca puto de futebol…eu sei que é fervoroso adepto do Benfas e do Jesus…e de navegação – zero.
    Mas , meu amigo…é no relvado que eles, os ditos navegadores, têm que dar o litro,,,e sem tráfico de influências…

  4. O Queirós tb tem um elemento altamente tecnológico ao dispor: tem o Magalhães para estar sempre em contacto com o Sócrates, PM.
    O problema é computar mal e estar sob escuta. São tantas as interferências …
    Mas uma vez mal explicado como o Magalhães surgiu, mal explicadas são as soluções que o Magalhães vai ditando os nossos destinos por aquelas bandas sul africanas.
    Pode ser que as Tormentas afoguem o dito cujo e venha hoje alguma esperança…

Responder a Natércia Teixeira Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *