18 de Abril de 2010 – «Restart»

Como nos tornados ou nas trombas de água, às vezes a espiral das coisas torna-se incontrolável, e apetece-nos poder começar tudo de novo, sem os erros, pequenos ou grandes. É nessa altura que dava jeito termos um botão de emergência, ou, melhor, de «restart». Apagando o que fizemos mal. Retirando-nos de onde não deveríamos estar. Progressivamente apagando tudo, talvez até nos apagar por completo. Evitando, assim, as tremendas inconveniências para onde as nossas idiossincrasias nos teimam em empurrar, e às quais (pecado) não conseguimos resistir.

2 thoughts on “18 de Abril de 2010 – «Restart»

Responder a João Pedro Martins Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *