13 de Março de 2010 – Uma rara unanimidade

Pela primeira vez em alguns anos, ainda que de uma forma ténue, o PSD dá mostras de unanimidade. Curiosamente, quando a sua líder (talvez também a mais improvável dos últimos anos) se despede. Manuela Ferreira Leite, no seu estilo mais ou menos «old-fashioned» de fazer política, admitiu sempre que iria dizer a verdade, e nunca recorrer a «habilidades» (habitualmente) políticas. É, hoje, a prova de que não se ganham eleições assim, o que não deixa de ser um contrasenso, quando os portugueses se dizem fartos destes políticos. O PSD parece, hoje, mais unânime, o que é de estranhar ou, pelo menos, de fazer pensar no que virá a seguir.

«Sabíamos que a história nos ia dar razão. Não nos arrependemos. A política para mim só faz sentido quando temos como principal objectivo servir o país».

(Manuela Ferreira Leite, no seu discurso de despedida, perante a plateia do XXXII Congresso Nacional do PSD)

2 thoughts on “13 de Março de 2010 – Uma rara unanimidade

  1. Como dizia o Presidente da Câmara das Caldas da Rainha no Congresso” Se não fosse mentiroso não era Presidente da Câmara?”.

Responder a luis ferreira da silva Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *