4 de Março de 2010 – Portugal acredita que Sócrates mentiu injustificavelmente, mas deve continuar a governar

Que título comprido… É engraçado podermos comentar as notícias do dia seguinte. O jornal «Público» avança no seu «site» que amanhã irá publicar uma sondagem, segundo a qual perto de 60% dos portugueses acredita que Sócrates mentiu à Assembleia da República (logo, aos portugueses), ao afirmar-se desconhecedor do negócio PT/TVI. Contudo, também uma maioria diz que o Primeiro-Ministro deve prosseguir a governação. «As sondagens valem o que valem», sabemo-lo bem. Tudo depende do que se pergunta, de como se pergunta, a quem se pergunta e quando se pergunta. Mas não deixa de ser curioso. De certa forma, manifesta aquela nossa propensão para falarmos alto na roda de amigos para criticar, mas muito baixinho (ou não dizer nada, de todo) quando se refere a apresentarmos uma alternativa. Em suma, prova que somos portugueses, em Portugal.

1 thought on “4 de Março de 2010 – Portugal acredita que Sócrates mentiu injustificavelmente, mas deve continuar a governar

Responder a Norberto Castro Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *