15 de Novembro de 2009 – Não temos tempo

tempoE se, realmente, o mundo acabasse agora? Será que estaríamos a viver a vida como ela merece? Estaríamos a absolutizar o que é absoluto e a relativizar o que é relativo? Estaríamos a ser justos e ponderados? Estaríamos a acautelar o futuro para os vindouros? Ou estaríamos fechados nos parênteses das 24 horas de cada dia, presos às nossas coisas, cingidos ao bem-estar e ao conforto de uma vida estável com que sonhamos? Queiramos ou não, o final virá. Mais cedo, mais tarde, de forma mais rápida ou mais lenta, mais ou menos sofrida. Mas virá. Nessa altura, olhando para trás, teremos feito o percurso com verticalidade e de forma recta? Não o sabemos. E não o sabemos, porque não temos tempo. Não temos tempo para pensar mais além do que no momento, porque tudo passa depressa. Não temos tempo para viver com quem devemos, porque há as outras coisas a que temos de atender. Não temos tempo para parar e fazer o bem, porque, muitas vezes, nos incomoda. E depois, vamos ter tempo?

 

«Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Naqueles dias, depois de uma grande aflição, o sol escurecerá e a lua não dará a sua claridade; as estrelas cairão do céu e as forças que há nos céus serão abaladas. Então, hão-de ver o Filho do homem vir sobre as nuvens, com grande poder e glória. Ele mandará os Anjos, para reunir os seus eleitos dos quatro pontos cardeais, da extremidade da terra à extremidade do céu. Aprendei a parábola da figueira: quando os seus ramos ficam tenros e brotam as folhas, sabeis que o Verão está próximo. Assim também, quando virdes acontecer estas coisas, sabei que o Filho do homem está perto, está mesmo à porta. Em verdade vos digo: Não passará esta geração sem que tudo isto aconteça. Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão. Quanto a esse dia e a essa hora, ninguém os conhece: nem os Anjos do Céu, nem o Filho; só o Pai».

(Mc 13, 24-32)

1 thought on “15 de Novembro de 2009 – Não temos tempo

  1. Tenho lido os teus Blogs,e reparo que todos os Domingos fazes um comentário á leitura do Evangelho.Há muitas maneiras de ununciar a Palavra de Deus , esta é uma das formas.Obrigado por esta forma tão bem explicada que acaba por ser um reforçar da homilia ,que por vezes deixam algumas dúvidas nos fiéis,e ao ler estes comentarios deixam-nos mais esclarecidos .

Responder a luisa rocha Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *