12 de Novembro de 2009 – Arouca é dos piores concelhos para se viver (apenas para quem quer que assim seja)

aroucaO título é comprido, mas o ponto de vista é curto. Têm surgido vários textos em que se debate um estudo feito recentemente, que «define» Arouca como um dos piores concelhos para se viver. As questões que se colocam são: que parâmetros foram tidos em conta? Qual o objectivo do estudo? Qual a definição de «viver bem»? Que municípios estiveram em comparação? E muitas outras questões poderiam ficar a pairar no ar. Mas, questões à parte, o que me parece estranho é que sejam os próprios arouquenses a apontar o dedo, no fundo, para si próprios (até porque quando apontamos um dedo a alguém temos, no fundo, três a apontar para nós). Se todos contribuirmos com um pouco de nós, Arouca só será um dos piores concelhos para se viver para aqueles que quiserem que assim seja.

3 thoughts on “12 de Novembro de 2009 – Arouca é dos piores concelhos para se viver (apenas para quem quer que assim seja)

  1. Como sabes já vivi em vários locais deste país.
    Na realidade a falta que mais sinto em Arouca, e é aquela que é real, serão os cuidados de saúde que temos disponíveis.
    Faltarão apelos ao consumo? sim isso é verdade… mas deixa-os lá estar até talvez não façam falta.
    Falta de emprego? É verdade. Principalmente emprego de qualidade e bem pago. Ai sim, talvez já dependa dos Arouquenses, e das nossas autoridades locais.
    Mas fazendo uma conclusão e resumo… não sei se no meu mapa comparativo de pelo menos 4 municípios que conheço bem … Arouca até ver está em primeiro ou segundo. A não ser que os outros estejam atrás de Arouca.
    Vamos indo e vendo … estes dados deviam ser questionados porque até que ponto é que poderão ser um handicap para as vontades de desenvolvimento.

  2. Ora bem, não vou tecer grandes comentários ao estudo em questão, porque nem sequer o li. Mas gostaria de dizer uma coisa. Arouca tem tudo para ser uma terra aprazivel para viver. Basta que os próprios Arouquenses assim o queiram.

    Basta que os Arouquenses utilizem o seu bairrismo e auto-estima que têm para fazerem de Arouca uma terra melhor. Em todos os niveis. Ao nível da saúde. Ao nível da educação. Ao nível das infra-estruturas básicas (água, electricidade, saneamento! Já nem falo da fibra optica). Ao nível da economia e de emprego (tanta gente formada que é de Arouca e que está desempregada… que certamente poderia ter boas ideias para lançar novos negócios ou novos projectos e possivelmente não têm apoio, que poderia ser dado por algumas associações, por exemplo!). Ao nivel da conservação da natureza. Ao nivel do turismo.

    Eu ouço tantas vezes dizer que Arouca é a “melhor terra do mundo” (passando a hipérbole). Porque não lançar as bases para que assim o seja?

  3. Caro Ivo.
    A interpretação, a opinião sobre esta matéria, pode ser aquela que quisermos. Os factos, os números, esses são incontornáveis!
    De qualquer forma, complementar a esse estudo, e com dados oficias, poderá também ser consultado o (Indicador de Desenvolvimento Municipal) em:
    http://www.guiadeportugal.pt/default.aspx?Parametro_Accao=Conteudo&Parametro_Conteudo=conteudos/IDM.ascx&Parametro_ClassID=28

    A realidade será sempre uma. E em causa nunca estará o amor por uma terra. Antes pelo contrário!

Responder a NobreSilvestre Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *