1 de Outubro de 2009 – Dia Mundial da Música

musicaUm pouco por todo o país, celebra-se o Dia Mundial da Música. Em alguns casos recorrendo a «produtos prontos a consumir», em outros com a «prata da casa». Em Arouca, bem ou mal, optou-se pela primeira forma, quando se poderia, por exemplo, com tempo, ter desafiado as associações musicais do concelho a produzirem algo em conjunto (quem sabe para o ano?). Cada vez mais recorremos a este expediente de resolver «depressa e bem», não apresentando, com tempo, desafios ao movimento associativo, que, não pouco frequentemente, consegue surpreender pela positiva. Mas, efectivamente, o importante é assinalar a data. Por aqui, fica o talvez «pouco ortodoxo» tema de John Miles, «Music», que, em tempos (e talvez ainda hoje), terá inspirado muitos «músicos de orelha», e não só, a viverem com a música. Primeiro e último amor, do passado e do futuro, o que é certo é que viver sem ela seria impossível.

John Miles – «Music»

1 thought on “1 de Outubro de 2009 – Dia Mundial da Música

  1. Don’t give me music Phelps, please.

    Vale mais a prata da casa, podes crer!
    E nisso Arouca é uma mina; Cancioneiro Arouquense, Fado, Folclore, Clássica, Filarmónica, Pimba (e catrapimba)…
    Mas o associativo é problema! Lá vamos tendo honrosas excepções “tipo” Banda Musical de Arouca”,
    Da de Figueiredo támen num me esqueço (abraço ó Ed Gesso) esta das melhores porque à semelhança dos Bombeiros (tão nobre ofício mas agora com foros de clandestinidade) vai com os que estão…
    Fomentamos a competitividade – e desde tenra idade, do leite (o meu é melhor que o teu), do pão (o meu é sem côdea), da água (pra mim só da Estrela) …não !
    E a tua música é melhor que a minha? Desculpa, só tiveste dezoito no exame final, e EU tive DEZANOVE!

    More Miles Per Hour!| meu amigo não sei aonde foste buscar isso mas daqui vai a minha chapelada. Andas no Céu, pinta-o com as cores do Arco-Íris.
    Music was my first love and it will be my last
    Music of the future and music of the past…
    Ainda há tempos ouvia numa das nossas rádios a aventura que é um adolescente, ou
    jovem, ir a um concerto de rock tipo R Stones em que são só cotas mal encarados, barbudos, discussão de Ramones prá qui, ZZTop prá li. Led Zepplin prácoli…e o puto diz “adoro os Nazareth”, ao que um dos cotas mal encarados olhando o puto e rasgando um sorriso diz:” Tu também curtes Nazareth? Fixe meu, lá em casa só se ouvem esses gajos e aquelas cenas do Beethoven!
    E que Santa Cecília nos dê boa música…sempre.

Responder a joaquim toscano Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *