25 de Janeiro de 2015 – Escuta, meu rapaz…

diogoEscuta, meu rapaz. De todas as pessoas que te podem dizer o que é a vida, talvez eu seja a menos avisada. Na realidade os cerca de 15 anos que nos separam, rapidamente foram encurtados. Hoje, parece mais fácil tomares conta de mim do que o contrário. Quando eras deste tamanho, era quase difícil pegar em ti. Era como se fosses demasiado precioso para eu correr o risco de não pegar em ti como devia ser. Mas não faz mal. Vi-te crescer como se estes 20 anos passassem em dois dias. Hoje é daqueles dias em que toda a gente te diz que tem muito orgulho em ti. Pois, eu também. Porque, confesso-te, dá-me gozo ver-te crescer, constantemente à procura da perfeição. Seremos parecidos nisso? Não sei. E, de repente, tens 20 anos. Foi tão rápido, que não me sinto com moral para te dar grandes conselhos. Nem preciso. Até porque… Escuta, meu rapaz. De todas as pessoas que te podem dizer o que é a vida, talvez eu seja a menos avisada. Hoje, se posso dar-te um conselho, digo-te. Apenas sê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *