10 de Setembro de 2010 – É hoje: 30

Hoje sim, é mesmo hoje. A partir de hoje, já posso começar a pensar que «agora é que vai ser um 31». Quando os números são redondos, as comemorações e felicitações ganham outros contornos. Os números redondos responsabilizam-nos, acordam-nos para a fugacidade do tempo, fazem-nos pensar no que foi ficando para trás e na velocidade a que vamos circulando em direcção ao futuro. Não há tempo para depressões ou para vontades de velhice. Não há tempo para andar em busca do tempo perdido. Não há tempo para lamentações ou para rejeitar caminhos por causa da velhice. São 30 como poderiam ser 18 ou 25.  É hoje. São 30. Obrigado a todos.

9 thoughts on “10 de Setembro de 2010 – É hoje: 30

  1. Apesar dos tlinta… e daqui a tlinta, oxalá,
    mantém o espírito daquela canção:
    Eighteen till i die…
    Nem sei quem é o autor, mas na versão acústica do
    Brian Adams…é… Demais…
    Parabéns!!!

Responder a Marta Azevedo Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *