6 de Abril de 2010 – O(s) problema(s) da comunicação

Há vários problemas com a comunicação. Desde logo, o problema de todos acharmos que percebemos de comunicação, porque todos comunicamos e estamos sujeitos a fluxos de informação. Outro, é o facto de nem sempre termos a certeza de que as mensagens chegam ao destinatário nas condições que queremos, e sem interferências indesejadas. Mas há mais. E um deles, talvez o mais importante, é o facto de o processo de comunicação ser muito à semelhança do provérbio chinês que diz que «há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida». Comunicar é, desde logo, uma questão de pertinência, de oportunidade. Ou acontece na hora certa, ou não acontece de todo. Mas, uma vez «lançada a flecha», ou «dita a palavra», é como se disparássemos uma arma. Nunca mais conseguimos recolocar a bala na arma. E disparamos sempre demais, rápido demais e sem termos o cuidado de ver se o alvo é mesmo aquele.

2 thoughts on “6 de Abril de 2010 – O(s) problema(s) da comunicação

  1. Magnífico texto com leituras tão diversas e com aplicação directa a tantas coisas e tanta gente.
    Contudo não sei se te referes a alguém ou facto em especial, mas mesmo que me tenha passado ao lado, é de uma pertinência e sabedoria que todos deveríamos atender.

    Jorge Amorim

  2. Pois é.

    Mas o velho West já nos ensinou muito.

    E ao que consta, aprendemos, todos, muito, com o passado!

    É que na altura, a primeira bala era lei. Isto é: não havia tempo para pensar nem muito menos para contemplar.

    Hoje, como ontem, as regras são as mesmas, os actores representam da mesma forma, e o resultado final não será muito diferente!

    Só palco muda!

    Mas, ao que parece, a plateia agrada a poucos!

    boas flechas!

    um abraço
    inquieto

Responder a inquieto Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *