31 de Março de 2010 – A Procissão dos Fogaréus

Apesar da tremenda chuva diurna, a Procissão dos Fogaréus pôde cumprir o habitual percurso. A chuva esperou que o habitual mar de luzinhas chegassem ao destino, atrás dos andores seculares, para voltar. Há esta espécie de «acordo com São Pedro», sempre que se chega a quarta-feira da Semana Santa. Por mais que a chuva persista, há (quase) sempre uma aberta que permite que povo demonstre a sua devoção, durante esta noite. Numa quase Via Sacra, o povo sobe ao Calvário, passando pelas cruzes da vila, levando os andores que retratam os momentos que Cristo viveu até à morte. Sempre à luz das velas (talvez daí os «fogaréus»). É talvez uma das maiores (senão talvez a maior) manifestação pública da fé deste povo. Que resiste a tempos, modas, investidas ou adulterações, formas sinceras ou hipócritas de encarar a religião.

1 thought on “31 de Março de 2010 – A Procissão dos Fogaréus

  1. a procissao do fogareu de caxias-ma é incrivel,nunca vi coisa igual,a beleza do figurino o teatro antes de iniciar a procissao faz todo o diferencial….confiram

Responder a carlos Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *