10 de Setembro de 2009 – A caminho dos 30

29Hoje inicio a minha caminhada pela «recta final», até aos 30. Ainda são só 29, mas à velocidade com que o tempo passa, eles não tardam aí. Normalmente, é um dia como os outros, mas há sempre momentos especiais, em que se lembram de nós, em que amigos com quem não falamos há algum tempo regressam, em que partilhamos momentos mais especiais com pessoas mais especiais. O dia promete, assim, ser cheio. E eu espero aproveitar cada hora dele, como dos demais, até aos 30. Para, depois, começar tudo outra vez.

8 thoughts on “10 de Setembro de 2009 – A caminho dos 30

  1. Que nunca te doa a alma pelo que fazes, pelo que dizes, pelo que és!
    Que nunca te falte saúde, engenho e ARTE.
    Um Bom Dia pró resto do dia todo!!!

  2. Pois, é incrivel como o tempo passa. Parece que ainda ontem andavamos todos no liceu e já lá vão doze anos desde a última vez…
    Só nos resta pedir que pelo menos tenhamos mais trinta pela frente.
    Um abraço para os trintões 🙂

  3. Tás crescido rapaz, vais botar grande. Ainda ontem estávamos na montra do Jorge a fazer o Rap do Dia e agora quase trintão. Agora já podes ver filmes para adultos. 🙂

    Um abraço e parabéns deste teu amigo a-dois-meses-de-fazer-quarenta.

  4. Parabéns Ivo 😀
    Espero que mesmo quando faças parte dos trintões continues a ser a grande pessoa que és, foi um prazer conhecer-te.
    Um dia destes faço-vos uma visitinha, tenho saudades de todos 🙂

    Beijinho da ex-estagiária Ana *

  5. A vida é o dom mais precioso que qualquer ser humano pode e deve agradecer.Que a vida te sorria a cada momento!Hoje,e sempre estarei contigo!Um abraço de muita amizade……..

  6. “em que amigos com quem não falamos há algum tempo regressam”

    Pois é meu caro amigo…
    Talvez eu esteja inserido nesses tais que, apesar de andarem um pouco ausentes, neste dia acabam por “regressar”…
    Sei que este comentário vem com um dia de atraso mas acredito que ainda a tempo.
    Longe no Tempo vai o dia em que, sem saber, dávamos início a esta pacata amizade. Assim de repente, deixo-me perder naquele dia em que recebeste uma grande ovação no Palácio de Cristal pela tua magnífica prestação na bateria (mais uma) ao fazer ressoar a tarola com as tuas inesquecíveis “velas da comunhão”… Sim, eu bem me lembro de as ter baptizado dessa forma!!! Tinhas, creio eu, 13 anitos apenas. Ai se eu pudesse voltar a esse dia. Ai se eu pudesse… Bem sei que, fisicamente, não posso fazê-lo e, por isso, ainda bem que surgem estas datas importantes e queridas (mais queridas que importantes… Eheh!) pois transportam-me temporariamente para esses lugares onde, tenho fé, Deus um dia me há-de voltar a levar.
    Entretanto fomos fazendo Música juntos. Alguma.
    Agora estou nos 33 e tu já lançado a caminho dos 30.
    Queria deixar-te aqui um abraço apertado.
    Embora os meus comentários aqui pelo teu blog sejam escassos (mea culpa) quero que saibas que passo aqui diariamente e que gosto de ler o que escreves.
    Continua que eu prometo continuar também a passar por cá e a dizer “olá” de vez em quando…

    Encontramo-nos nos “40”, pode ser?…

    Miguel (Cebolinha)

Responder a ruigato Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *