9 de Julho de 2009 – Cansaço…

cansacoHá coisas que, por mais que tentemos explicar, são difíceis de dizer. Coisas em que pensamos abstractamente, coisas que sentimos. Uma dessas coisas é, precisamente, o cansaço. Há alguns dias que o sinto, e que o tento explicar, inclusive a mim próprio, mas não consigo. Consigo definir que estou cansado, mas não em que medida, em que aspecto, em que grau. O nosso espírito latino faz-nos sempre sentir saudades do «dolce fare niente». Sinceramente, nunca pensei muito nisso, mas parece que a malta, de vez em quando, precisa de férias. Cheguei a essa conclusão recentemente, quando me perguntaram por elas e eu não sabia onde as tinha guardado. Numa das últimas viagens pela internet, encontrei uma frase que talvez me ajude a explicar este cansaço inexplicável. Li, portanto, algures, que «o cansaço não é o nosso corpo a atacar-nos. É o nosso corpo a dizer-nos que algo tem que mudar». Pois muito bem, metade do trabalho está feito, que é o diagnóstico. Falta agora a resposta ao problema.

1 thought on “9 de Julho de 2009 – Cansaço…

  1. A resposta ao problema resume-se numa palavra – férias.
    Arranja uns dias para ti, para descansares, repôres energias, senão…
    Sei que não é fácil, para pessoas como tu, tirar assim uns dias longe de tudo e de todos, mas tens que conseguir e olha que eu sei do que falo. Se eu consegui, tu também consegues 🙂
    Se precisares de ajuda, conta comigo. Se for necessário dar “porrada” na cabeça de alguém, eu dou. 🙂
    Todos têm direito a ter descanso, mas mais ainda aqueles que trabalham arduamente e muitas vezes em prol dos outros, sem retorno algum, às vezes nem um “obrigado” se ouve.
    Tu és muito empenhado em tudo o que fazes, com todos os que te rodeiam e precisas de descansar. Tens que tirar férias.
    És meu amigo e quero ver-te bem 🙂
    Abraço grande

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *