8 de Junho de 2009 – Ai Jesus!

jorge-jesusMais uma vez, o Benfica surpreende pela negativa. O «folhetim Jorge Jesus» prossegue, com mais um episódio. Desta vez, parece que clube e técnico chegaram a acordo. Pelo menos a avaliar pelo comunicado que dá conta da rescisão com Quique Flores. Volta a não haver continuidade, volta a começar tudo do princípio, sendo que já havia planos para a nova época, e Jesus «apanha o comboio» a meio. Mais probabilidades de voltar a haver fracasso, etc., etc., etc. Custa vermos como as coisas funcionam mal no Benfica. Há não sei quantos meses, toda a comunicação social anunciava a contratação de Álvaro Pereira, que, alguns tempo depois, e só depois da formalização, foi dado como reforço… do F.C. Porto. Depois era Jesus que vinha, mas não veio. Depois, Quique ia, mas não ia. Agora foi, e Jesus deve vir. Isto é demasiado «messiânico», e quando se fica só pela fé, a coisa pode não resultar. É preciso por-se pés ao caminho, e não ficar apenas à espera de um messias salvador, que, só por si, pouco poderá fazer, se toda a estrutura continuar assim. A funcionar mal.

1 thought on “8 de Junho de 2009 – Ai Jesus!

  1. Concordo plenamente.. Muitos movimentos, pouca estrutura. O povo começa a cansar-se dos ideais do Sr. Vieira… é preciso dar tempo para se criar uma organização, entrosamento, amizade, união, confiança, estrutura. Enfim, Tudo o que o Benfica nao tem.

Responder a Nakata Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *