19 de Maio de 2009 – Dores de cabeça

dor-cabecaO Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) fez desaparecer, por «artes mágicas», 15 mil desempregados dos seus registos, talvez para que não se chegasse tão depressa aos 500 mil. Os partidos da oposição quiseram ouvir o presidente do IEFP no Parlamento, mas a maioria socialista não deixou.

Houve um magistrado português, um tal de presidente do EUROJUST, que confessou ter interferido no curso das investigações do caso «Freeport». Os partidos da oposição quiseram ouvir o presidente do EUROJUST no Parlamento, mas a maioria socialista não deixou.

Na Inglaterra, pela primeira vez em 300 anos, o presidente do Parlamento demitiu-se, «para preservar a unidade», disse. Isto porque terá assumido «dar a cara» pelo escândalo das despesas indevidas em que vários deputados se envolveram.

É por estas e por outras que me dói a cabeça…

1 thought on “19 de Maio de 2009 – Dores de cabeça

  1. Acho que não deves ganhar dores de cabeça por “isto”. Ao teres dores de cabeça que seja por algo bom, para não te sentires tão mal.
    Podes sempre ter essas dores por olhares excessivamente para as pautas de música…
    Que achas? Muito melhor, não?
    Tenho que concordar contigo que estas situações irritam um pouco o comum dos mortais, mas…
    Desvia daí o pensamento e descansa, pois estás a precisar.
    Uma boa noite, bem dormida, ajuda nesse problema.
    Cuida-te

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *